Quem foi João Batista?

Estudo bíblico sobre João Batista
Estudo Bíblico sobre João Batista.

João Batista era um homem que durante o seu ministério sempre teve o cuidado de trazer pecadores ao Cordeiro de Deus (João 1:29). Este estudo da Bíblia lhe dará uma explicação mais clara da vida e missão deste grande profeta. Leia também: O que significa o Batismo nas Água?

Quem foi João Batista?

João Batista foi um homem escolhido e designado por Deus para um propósito. Ou seja, preparar o povo de Israel para a vinda de Jesus Cristo (Lc 1:15-17; João 1:6-7). O Salvador proclamado pelas sagradas escrituras, que por meio dele, Deus ofereceria perdão e reconciliação a todas as nações da terra (Is 53:5-6, 11). Portanto, Deus usou esse profeta para dar conhecimento da salvação e perdão dos pecados por meio de Jesus Cristo (Lc 1:77).

Seu chamado consistia na pregação e no batismo de arrependimento (Mt 3:1-3, 11, Mc 1:4-5, Lc 3:3).

O tema principal de sua pregação foi “Arrependei-vos, porque é chegado o Reino dos céus” (Mt 3:1-2). Em outras palavras, o que ele quis dizer foi “Arrependa-se de seus pecados e busque a Deus”.

Arrepender-se significa dar uma virada em nossas vidas, onde quem mente, para de mentir, que rouba, para de roubar, que comete atos sexuais imorais, para de fazê-lo. Isso geralmente ocorre devido à rebelião e por estarmos separados de Deus, nos leva a cometer atos que Deus odeia, como mentir, roubar, caluniar, vingar, guardar rancores, cometer imoralidade sexual etc. (Pv 6:16-19; 1 Co 6:9-10; Ef 5:5; Ap 22:15).

A outra parte de seu chamado consistia no batismo pelo perdão dos pecados (Mc 1:4-5, Lc 3:3), onde quem ouviu a mensagem lamentou os atos de rebelião que haviam ofendido a Deus. Portanto, essa pessoa arrependida foi a João para ser batizada como sinal de arrependimento (Mt 3:6).

João batizou no rio Jordão, submergindo-os na água como símbolo de lavagem e purificação. Seu significado era a morte do antigo modo de vida, cheio de vícios e pecados, ressuscitando da mesma maneira para uma nova vida em Cristo (Rom 6:4).

De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo ressuscitou dos mortos pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida (Romanos 6:4).

Por que Jesus foi batizado por João Batista?

À primeira vista, não faz sentido por que Jesus, o homem perfeito e sem pecado, foi a João para ser batizado por ele (Is 53:9; 2 Co 5:21; 1 Pe 2:22-24; 1 João 3:5). De fato, o próprio João Batista se opôs a ele, reconhecendo que um homem pecador como ele não era digno de batizar o perfeito Filho de Deus (Jo 1:27, Mc 1:7, Lc 3:16). Portanto, João disse: “Eu careço de ser batizado por ti, e vens tu a mim?” (Mt 3:14), mas Jesus respondeu: “Deixa por agora, porque assim nos convém cumprir toda a justiça” (Mt 3:15) Assim, ele se referiu à justiça com a qual Cristo veste nossas vidas quando nos aproximamos dEle, levando nosso pecado e nos proporcionando sua justiça (Is 53:5-6; Rom 3:21-24 , 4:25; 2 Co 5:21).

Outras explicações diferentes pelas quais Jesus foi batizado por João foram:

  • Ele estava confessando pessoalmente o pecado da nação, assim como Neemias, Esdras, Moisés e Daniel.
  • Ele apoiou o Ministério de João Batista.
  • Ele estava inaugurando seu ministério público.
  • Ele se identificou com os pecadores, embora nunca tivesse cometido pecado.
  • Pela obediência ao Pai.
  • Como um exemplo para aqueles que seriam seus discípulos.

Como foi o Nascimento de João Batista?

O nascimento de João Batista é encontrado no primeiro capítulo do Evangelho de Lucas. Quando o anjo Gabriel apareceu a Zecharias, seu pai, enquanto ele servia no templo (Lc 1:8-11). Seu nascimento foi um fato relevante, porque sua mãe Elisabeth era uma mulher estéril, e ela e Zacarias eram muito velhas (Lc 1: 7).

Desde antes de seu nascimento, Deus havia escolhido João como um instrumento para realizar sua vontade (Lc 1:15-17). Até seu nome foi escolhido por Deus (Lc 1:13), que significa “O Senhor é bondoso”. Mostrando assim a bondade de Deus com Zacarias e Isabel, que eram irrepreensíveis nas ordenanças de Deus (Lc 1:6).

João Batista estava cheio do Espírito Santo desde o ventre de sua mãe (Lc 1:15). Ele foi consagrado por um serviço especial, semelhante ao voto nazareno que incluía não beber vinho nem cidra (Lc 1:15).

Sua missão era converter os pecadores a Deus (Lc 1:16, João 1:6-7, Is 40:3). Preparando assim o povo de Israel para a vinda do Messias anunciada pelos profetas. Quem carregaria o pecado do povo e traria salvação.

Como foi a morte de João Batista?

O profeta João Batista era um homem intrépido, e sua mensagem confrontou muitos (Mt 3:7-9). De tal maneira que ele confrontou o mesmo rei Herodes Antipas por cometer adultério, casando-se com Herodias, esposa de seu irmão Filipe, governador de Traquonite e Ituraia (Mc 6:17-18).

Por essa razão, Herodes Antipas ordenou que João Batista fosse preso, porque o confrontou em seu pecado, dizendo: “Não te é lícito possuir a mulher de teu irmão” (Mc 6:18).

A Bíblia diz que, enquanto Herodes dava uma festa por ocasião de seu aniversário, entre os quais estavam seus governadores e pessoas importantes de seu governo, a filha de Herodias dançava diante do rei e ele ofereceu o que pediu sob juramento (Mc 6:21-23). Portanto, a jovem influenciada por sua mãe pede a ele em um prato a cabeça de João Batista (Mc 6:24).

O Herodes ficou triste porque admirava a integridade de João (Mc 6:20). Mas no final, por causa do juramento e devido à pressão de Herodias e seus convidados, ele ordenou a morte de João Batista (Mc 6:26-28).

Características de João Batista

Pontos fortes e realizações

  • Ele foi um mensageiro escolhido por Deus para anunciar a vinda de Jesus Cristo.
  • Ele era um pregador cujo tema central era o arrependimento.
  • Sua mensagem foi confrontadora.
  • Ele tinha um estilo de vida relevante, longe dos luxos.
  • Ele era um homem inflexível e completo para Deus.

Fraquezas e erros:

  • Em momentos difíceis, ele teve dúvidas temporárias sobre a identidade de Jesus.

Lições da vida dele

  • Deus não garante uma vida fácil ou segura para aqueles que o servem.
  • Realizar os desejos de Deus é o maior investimento em nossas vidas.
  • Defender a verdade é mais importante que a própria vida.

Resumo e Reflexão sobre a Vida de João Batista

A vida e a missão de João Batista nos deixam como ensinamento, para sermos usados ​​por Deus para levar os pecadores ao arrependimento. Da mesma maneira que esse pregador audacioso foi chamado para reconciliar o povo de Israel com Deus através de Jesus Cristo, temos a mesma missão hoje, trazendo muitas almas perdidas a Deus através da pregação do Evangelho. Talvez ao longo do caminho nos encontremos com oposição familiar, dificuldades e até pessoas que nos odeiam por servir a Deus, mas não devemos nos sentir frustrados se virmos que ninguém se converte a Cristo. Pois o Espírito Santo é o único que convence o mundo do pecado, da justiça e do julgamento (João 16:8).

E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça, e do juízo (João 16:8).

Leia também: O que é fé em Deus de acordo com a Bíblia?

¿Você tem sido útil?
[Total: 0 Average: 0]

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *